quarta-feira, 27 de maio de 2009

Rebanho de cabras em Gouveia

2 comentários:

Fada do bosque disse...

Adoro cabritinhos e não me lembro de os ver. Trouxe-me á memória, quando era miúda e ofereciam ao meu avô, cabritinhos para o sacrifício da Páscoa. Eu e a minha irmã, fugíamos com eles no dia horroroso e escondía-mo-nos na floreta... era a busca, o terror, o silêncio e por fim o bébé gritava... apanhadas! palmadas no rabiote que nem sentíamos... o horror que passamos. Ainda bem que isso acabou!

Luísa disse...

OS MEUS FILHOS FAZIAM O MESMO.NUNCA CONSEGUIMOS MATAR NENHUM,ACABAVAMOS SEMPRE POR VENDÊ-LOS.HAVIA UM CAMPO FRENTE À NOSSA CASA E ELES IAM COM O CABRITO OU OVELHINHA DEPENDE O QUE NOS OFERECIAM PASTAR.AINDA BEM QUE ISSO ACABOU,PORQUE EU TAMBÉM NÃO CONSEGUIA MANDAR MATAR OS BICHINHOS.
BJS